O desmatamento pode levar os tigres de Sumatra à extinção

Biologia

O desmatamento pode levar os tigres de Sumatra à extinção

Sonapeca.com.br
Publisher Logo

13 de fevereiro de 2018

O desmatamento da ilha de Sumatra que vem ocorrendo especialmente para permitir a abertura de áreas para a plantações de óleo de palma poderá levar à extinção dos tigres de Sumatra.

 

O desmatamento ligado às plantações de óleo de palma pode levar ao desaparecimento do tigre de Sumatra (Panthera tigris sumatrae) já considerado pela UICN como “criticamente ameaçado”, advertiu dois pesquisadores norte-americanos e um pesquisador indonésio em um artigo publicado em 5 de dezembro de 2017 na revista Nature Communications. O grande carnívoro desapareceu das ilhas indonésias perto de Java e Bali e suas chances de sobrevivência em Sumatra dependem da manutenção de seu habitat atualmente muito fragmentado.

 

Tigre de Sumatra ameaçado pelo desmatamento – Juniors Bildarchiv GmbH/Alamy

 

Territórios maiores para sobreviver

 

Para estudar as populações de tigres de Sumatra os pesquisadores viajaram por um ano na selva e instalaram centenas de câmeras. A identificação dos felinos foi principalmente através das raias em sua pele que é diferente de um espécime para outro. Os cientistas descobriram que o habitat de um único tigre cobre cerca de 390 km2. “É muito mais extenso do que os habitats de tigres em outras áreas como a Índia e isso indica que eles precisam de parques maiores para sobreviver”, disseram em um comunicado.

 

Se os recursos estão faltando isso leva os grandes felinos a percorrer uma distância maior isso porque seu habitat foi reduzido em 17% entre 2000 e 2012. Além disso, sua população caiu aproximadamente de 742 adultos para 618 durante o mesmo período de acordo com os pesquisadores. Entre 1990 e 2010 Sumatra perdeu 37% de sua floresta primária por isso os tigres estão sendo encurralados em partes isoladas da floresta.

 

“A degradação da grande região selvagem está empurrando os tigres um pouco mais perto da extinção”, disse o autor principal Matthew Luskin, um estudante de doutorado na Universidade da Califórnia em San Diego. Existem apenas dois habitats grandes o suficiente para acomodar mais de 30 fêmeas em idade fértil, um número considerado pelos especialistas como o limiar a partir do qual uma população é viável no longo prazo. Para Mathias Tobler, co-autor do estudo: “Se quisermos salvar os tigres de Sumatra na natureza devemos agir agora”.

 

No entanto, os cientistas também relataram boas notícias: as populações de tigres em florestas primárias intactas aumentaram hoje são 50% maiores que nas florestas onde foram extraídas as madeira. “A preservação das extensões remanescentes da floresta primária é absolutamente crítica”, insistiu Mathias Tobler.

Tecnologia

Robô chinês passa no exame de admissão médica

Saúde

Pesquisa revela que comer lentamente ajuda a perder peso

Arqueologia

A imortalidade era uma das preocupações do primeiro imperador da China

Galeria de Fotos

Primeira Guerra Mundial em cores - Parte 2

Tecnologia

Foi detectada uma falha de segurança crítica no sistema operacional MacOS

Tecnologia

As baterias de íons de magnésio poderão substituir as de íons de lítio?

Parceiros
Uêba - Os Melhores Links
EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! TrendsTops - Agregador de Links
Fake - O agregador de links mais Original da Net Ocioso
GeraLinks - Agregador de links