Tesouro do século XII é encontrado na Abadia de Cluny interior da França

Arqueologia

Tesouro do século XII é encontrado na Abadia de Cluny interior da França

Sonapeca.com.br
Publisher Logo

13 de fevereiro de 2018

A descoberta de moedas de ouro e prata na Abadia de Cluny ilustra a história europeia na primeira metade do século XII. A descoberca ocorreu quando Anne Baud e Anne Flammin, do Laboratório de Arqueologia da Universidade de Lyon procuravam com uma escavadeira encontrar as bases da antiga enfermaria da famosa Abadia de Saône et Loire, quando um estudante que participava das escavações viu um pedaço de dinheiro na terra.

 

Com o alerta, uma busca cautelosa à mão, trouxe à luz mais de 2200 moedas medievais de prata cunhados pela abadia durante a primeira metade do século 12. Eles foram enterrados em uma bolsa de lona contendo um pequeno pacote de pele protegia uma folha de ouro dobrada de 24 gramas, um pequeno objeto de ouro circular, um anel de ouro e 21 dinares de ouro do período entre 1121 e 1131 da Espanha e Marrocos, portanto, dentro do Império Almoravista Berber.

 

 

 

Este tesouro data claramente da primeira metade do século XII, um período durante o qual a abadia ainda estava em seu melhor momento, mas começava a ter dificuldades financeiras, especialmente após a construção de Cluny III, uma nova igreja abacial, que foi a maior do Ocidente.

 

 

Quem o escondeu? Na medida em que contém dinheiro de prata cunhado em Cluny, provavelmente esse dinheiro seria usado para compras conjuntas, uma possibilidade seria que ele havia sido adquirido por um monge que foi o administrador geral do mosteiro. Este alto funcionário foi, na verdade, um dos poucos que poderia conseguir facilmente coletar as 2.200 moedas de prata. Importante para um indivíduo, essa soma foi relativamente modesta à escala de um mosteiro de mais de 300 monges. De acordo com as estimativas de Vincent Borrel, do Laboratório de Arqueologia e Filologia do Oriente e do Ocidente da Universidade de Lyon , este valor era suficiente para cobrir cerca de três dias de consumo de vinho e cereais. Pesquisas futuras devem permitir propor outras hipóteses sobre a origem do tesouro.

 

 

Independente de qual seja a identidade da pessoa que a escondeu, parece que uma parte do ouro pode ter vindo de doações dos reis de Castela que doavam a Abadia de Cluny  que seria 300 moedas de ouro anuais que foi reduzido a 200 no meio do século XII. Outra possibilidade seria que estes 21 dinares sejam trazidos a Cluny por meio do comercio realizado com a Espanha.

 

Galeria de Fotos

As mais belas fotos subaquáticas de 2018

Internet

Google faz pequenas mudanças no mecanismo de pesquisa de imagens

Biologia

Os cães seriam mais inteligentes do que os gatos?

Arqueologia

Tesouro do século XII é encontrado na Abadia de Cluny interior da França

Parceiros
Uêba - Os Melhores Links
EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! TrendsTops - Agregador de Links
Fake - O agregador de links mais Original da Net Ocioso
GeraLinks - Agregador de links