A falta de sono ajuda a promover a doença de Alzheimer

Neurologia

A falta de sono ajuda a promover a doença de Alzheimer

Sonapeca.com.br
Publisher Logo

8 de Janeiro de 2018

E se a falta de sono favorecesse a patologia cerebral envolvida na doença de Alzheimer? Esta é a conclusão de uma equipe da Escola de Medicina da Universidade de Washington. Louis, Estados Unidos, que teve artigo publicado nos Annals of Neurology.

 

A doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que afeta 30 milhões de pessoas no Mundo. A doença leva a uma deterioração gradual das habilidades cognitivas até a perda de autonomia do paciente. Os sintomas incluem o esquecimento repetido, problemas de orientação, distúrbios da função executiva.

 

Uma das características desta patologia cerebral é a presença no cérebro das chamadas placas amilóides, que são formadas por agregados de peptídeos beta-amilóides produzidos pelos neurônios. De acordo com a teoria da “cascata amilóide”, a sinergia entre essas placas e outra proteína, a proteína Tau fosforilada, levaria à degeneração dos neurônios no paciente.

 

Qual o papel que o sono desempenha nesta patologia amilóide cerebral? Randall Bateman, autor principal do estudo, Brendan Lucey, professor assistente de neurologia, e seus colegas da Universidade de Washington usaram oito voluntários de 30 a 60 anos sem problemas de sono ou problemas cognitivos. Cada paciente poderia, ao acaso, fazer uma noite normal, não dormir ou dormir com a ajuda de um remédio o oxicato de sódio.

 

Cada cenário durou 36 horas durante o qual as pessoas foram monitoradas. Eles também usaram um cateter lombar que coletava regularmente um pouco de líquido cefalorraquidiano, sendo um fluido que fica circulando no espaço intracraniano, para medir os níveis de peptídeos beta-amilóides presentes. Seis meses depois os oito participantes voltaram a experimentar um dos outros três cenários nas mesmas circunstâncias. Quatro dos oito completaram os três cenários.

 

Aumento da produção do peptídeo deletério

 

Os resultados foram claros: os níveis de peptídeo beta-amiloide em pessoas sem sono foram de 25 a 30% maiores daqueles que dormiram a noite toda. Já os que haviam tomado o remédio tiveram níveis de beta-amiloide equivalentes aos que dormiam normalmente. A ajuda de remédios não traz benefícios para um adulto saudável sem problemas para dormir. “Este estudo é a demonstração mais clara em seres humanos que o distúrbio do sono leva a um risco aumentado de doença de Alzheimer relacionado ao beta-amilóide”, diz Randall Bateman. E isso devido ao aumento da produção do peptídeo durante a fase de privação do sono.

 

Como isso é possível? Em uma publicação anterior, esses mesmos pesquisadores já haviam dado uma provável explicação do mecanismo. De acordo com pesquisas anteriores a produção cerebral de beta-amiloide seguiria um ciclo circadiano (dia / noite). O nível de peptídeo beta-amiloide flutua de acordo com o ciclo sono-vigília. As taxas são mais elevadas durante a vigília e menores durante o sono. A hipótese apresentada é que a produção do peptídeo está ligada a uma atividade neuronal mais alta durante a vigília e a uma diminuição quando o cérebro adormece, especialmente quando está em fase de sono profundo.

 

Dar prioridade a um período de sono de 7 a 8 horas

 

Em adultos mais velhos a qualidade do sono se deteriora e torna-se mais fragmentado. Como resultado a atividade metabólica do cérebro durante o período de sono é maior em comparação com adultos mais jovens. A concentração de peptídeo beta-amiloide durante o período de sono não diminui como deveria de se esperar, isso promove a deposição de amilóide no cérebro, o que por sua vez, interrompe o sono e aumenta a taxa deste peptídeo transformando em um círculo vicioso. Os dois pesquisadores então fizeram recomendações: dê preferência ao período de sono entre 7 e 8 horas, evitem fragmentar o sono preservando uma alternância real dia e noite e consulte um medico para tratar as desordens do sono como a apeia.

Arqueologia

Foi descoberto no Egito 27 estátuas da deusa Sekhmet

Saúde

10 piores lugares de nossa casa onde contêm micróbios

Biologia

Bactéria é capaz de transforma resíduos tóxicos em ouro puro

Smartphone

Já se sabe quase tudo sobre o novo Samsung Galaxy S9

Biologia

Gatos da areia foram filmados pela primeira vez

Arqueologia

Gigantesca cidade maia foi descoberta na selva da Guatemala

Galeria de Fotos

Primeira Guerra Mundial em cores

Física Quântica

Os cientistas descobriram um novo estado da luz

Parceiros
Uêba - Os Melhores Links
EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! TrendsTops - Agregador de Links
Fake - O agregador de links mais Original da Net Ocioso
GeraLinks - Agregador de links