Pessoas que possuem um cachorro vivem mais

Saúde

Pessoas que possuem um cachorro vivem mais

Sonapeca.com.br
Publisher Logo

29 de dezembro de 2017

Se você já teve todas as razões para amar seu companheiro, você tem mais uma. De acordo com um estudo sueco seu cão pode ajudá-lo a viver mais limitando seu risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Uma equipe de pesquisadores seguiu durante um período de 12 anos mais de 3,4 milhões de suecos que não sofreram doenças cardiovasculares. Olhando para o número de pessoas que morreram naqueles doze anos e tendo em conta fatores como idade e sexo, os cientistas concluíram que os donos de cães tinham um risco de mortalidade 20% menor dos que não possuem um cão, e para os que vivem sozinho e possuem um cão esse valor sobe para 33%. Além disso, o risco de desenvolver doenças cardiovasculares foi reduzido em 8%.

 

 

Se a pesquisa já havia demonstrado que viver com animais de estimação tinha muitos benefícios para a saúde, com proprietários mais ativos que apresentavam pressão arterial mais baixa, este novo estudo publicado na Scientific Reports prova que eles também podem nos ajudar a reduzir o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Como explicado por Tove Fall que é engenheiro associado em epidemiologia na Universidade de Uppsala e autor do estudo “ter um cão pode ajudar as pessoas a combater a solidão, e também ajudar os outros a melhorar seu estilo de vida “.

 

 

Ainda de acordo Tove Fall, embora as razões exatas para tais disparidades de resultados ainda não estão claramente identificadas e que o estudo apresenta limitações óbvias, pode ser que as pessoas que possuem cães vivem mais tempo, porque elas são mais fisicamente ativas e menos estressadas em geral “em lidar com seu companheiro, as pessoas que vivem sozinhas serão induzidas a gastar mais energia todos os dias, e seu cachorro também representará um forte apoio emocional e irá ajudá-las a se sentir menos isoladas” .

 

 

Este estudo sueco confirma os resultados anteriormente apresentadas pela comunidade científica. Em outras palavras, seu companheiro não só contribui para o seu bem-estar e para os seus entes queridos, mas também tem uma influência benéfica sobre a sua saúde. Esta é uma ótima notícia, pois sabemos que a doença cardiovascular continua a ser a principal causa de morte no mundo e que a solidão tem um forte impacto na expectativa de vida.

Tecnologia

Robô chinês passa no exame de admissão médica

Arqueologia

Os misteriosos "portões" da Arábia

Saúde

Pesquisa revela que comer lentamente ajuda a perder peso

Biologia

Em caso de infecção formigas se comportam como sistema imunológico

Parceiros
Uêba - Os Melhores Links
EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! TrendsTops - Agregador de Links
Fake - O agregador de links mais Original da Net Ocioso
GeraLinks - Agregador de links