Quatro descobertas sobre a cor da Pele

Saúde

Quatro descobertas sobre a cor da Pele

Sonapeca.com.br
Publisher Logo

13 de fevereiro de 2018

Estudo genético com 2000 africanos revela aspectos inesperados da evolução da cor da pele. Não é tão simples quanto pensamos e a melanina não é tudo.

 

1. Não existe somente uma cor negra

 

No mundo existe poucos lugares como o continente Africano em relação a variação da cor da pele. Na África habitantes de todos os países africanos têm uma variação enorme nas tonalidades das peles. Até o momento não se sabia exatamente a raiz da origem da pigmentação da pele. Mas agora, porém, Sarah Tishkoff e sua equipe da Universidade da Pensilvânia encontrou diversas variantes do DNA por trás das pigmentações da pele.

 

A equipe Sarah Tishkoff mediu a intensidade de 2092 tanzanianos, etíopes e batswana: a cor da pele varia de um a três! Os San e os Bantu da África Austral têm as peles mais claras, as populações nilo-saharianas da Etiópia mais negras.

 

2. As peles mais escuras tem menos pigmentação amarela

 

As mutações genéticas associadas à pele mais escura (no gene MFSD12) certamente produzem mais eumelanina, o pigmento marrom presente nos olhos, o cabelo e a pele escura. Mas eles também produzem menos fenomelanina, que é um pigmento amarelo. Esse fenômeno foi até agora ignorado.

 

3. Africanos com pele muito negra têm genes brancos

 

A análise de DNA de 1.570 pessoas africanas revelou uma surpresa: o gene SLC24A5, generalizado na Europa, também está nas populações africanas mais negras! Apareceu há 30.000 anos, provavelmente foi transportado para a África por migrantes do Oriente Médio.

 

4. Vários genes da pele branca nascem na África

 

HERC2 e OCA2, dois genes associados às cores claras dos olhos, da pele e dos cabelos dos europeus, têm uma origem africana distante. Entre os San com pele clara, eles apareceram há um milhão de anos e se espalharam mais tarde entre europeus e asiáticos. No geral, a maioria dos genes relacionados a várias cores da pele já estavam presentes em nossos antepassados.

Tecnologia

As baterias de íons de magnésio poderão substituir as de íons de lítio?

Saúde

Pesquisa revela que comer lentamente ajuda a perder peso

Parceiros
Uêba - Os Melhores Links
EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! TrendsTops - Agregador de Links
Fake - O agregador de links mais Original da Net Ocioso
GeraLinks - Agregador de links