Falha de segurança foi encontra nos processadores da Intel

Informática

Falha de segurança foi encontra nos processadores da Intel

Sonapeca.com.br
Publisher Logo

4 de janeiro de 2018

Uma falha de segurança preocupante foi encontrada na arquitetura dos microprocessadores da Intel. As correções estão em desenvolvimento, mas afetarão o desempenho que pode cair até 30%.

 

É muito para o fabricante de semicondutores da Intel. Uma grande falha de design, chamada Meltdown, foi de fato descoberto em seus microprocessadores. As correções ainda em fase de finalização serão feitas ao nível dos principais sistemas operacionais (Windows, MacOS, Linux). A correção desta vulnerabilidade causará uma diminuição de seus desempenhos, da ordem de 5 a 30%, conforme relatado o site britânico especializada The Register.

 

Difícil de escapar, porque a falha está intrinsecamente ligada à arquitetura usada por mais de 10 anos para seus microprocessadores, chamada x86. Isso afeta todos os processadores Intel comercializados desde 1995, exceto aqueles na faixa Itanium, e aqueles na faixa Atom comercializados antes de 2013. Essa falha pode ser usada por um hack expondo informações confidenciais.

 

Mas qual é o problema com a arquitetura dos processadores? Na verdade a falha reside na gestão pelo microprocessador da memória de baixo nível do sistema operacional no kernel. Normalmente o conteúdo dessa memória é inacessível para os usuários. Mas programas mal-intencionados aproveitando a falha podem acessar determinadas faixas de memória do kernel e encontrar informações confidenciais como senhas. Pode ser um software instalado no seu computador, ou mais preocupante, um código Javascript presente em uma página da Web executada automaticamente pelo seu navegador.

 

A Microsoft esta trabalhando em um patch desde novembro de 2017, bem como a Apple. Essas versões já foram comunicadas aos testadores beta, de acordo com The Register. Ainda não há uma data anunciada, mas os patches já estão listados nos sites que compilam as vulnerabilidades de segurança. Do lado de sistemas que executam o Linux, os patches já estão disponíveis. Os comentários no código, no entanto, foram intencionalmente pouco claros de modo que os hackers não conseguem entender facilmente como resolver a correção. Linus Torvald, fundador do sistema Linux, participou do esforço coletivo .

Nuvem, smartphones … todos os processadores potencialmente afetados

 

Esta descoberta não afeta apenas computadores individuais, mas também servidores, especialmente aqueles usados ​​para armazenar arquivos remotamente na nuvem. A Amazon, conhecida por seus Serviços da Web da Amazon (AWS), disse que atualizou seus sistemas Linux, enquanto a Microsoft atualmente está implantando a correção em seu serviço da nuvem Azure. A Google recomenda que os usuários atualizem sua máquina virtual e depois reiniciá-la.

 

E quanto a outros processadores? A AMD, concorrente da Intel, reagiu afirmando que seus semicondutores não foram afetados. Eles certamente não foram afetados pelo Meltdown, mas por outra vulnerabilidade chamada Spectrum  também é preocupante. Os processadores baseados na arquitetura ARM, comumente usado em smartphones ou em tablets também alguns processadores foram afetados. Para saber quais processadores ARM afatados clique aqui.

Saúde

10 piores lugares de nossa casa onde contêm micróbios

Biologia

Rara baleia branca foi filmada por um drone

História

A biblioteca mais antiga do mundo foi fundada por uma mulher

Galeria de Fotos

Os vencedores do campeonato de fotografia da National Geographic Nature 2017

Ciências

Quem possui o maior Q.I de todos os tempos?

Saúde

O álcool causa danos ao DNA das células-tronco do sangue

Parceiros
Uêba - Os Melhores Links
EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! TrendsTops - Agregador de Links
Fake - O agregador de links mais Original da Net Ocioso
GeraLinks - Agregador de links