Conheça Machu Picchu e sua incrível história

Arqueologia

Conheça Machu Picchu e sua incrível história

Sonapeca.com.br
Publisher Logo

29 de Março de 2018

Localizada nos Andes, no Peru, a 2.430 metros acima do nível do mar, Machu Picchu parece emergir da floresta tropical. Este local espetacular construído em um cume rochoso cercado por precipícios íngremes, cobre cerca de 13 km². Foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade em 1983.

 

Machu Picchu foi construído por volta de 1450, no auge do Império Inca. A construção de Machu Picchu parece datar do período de dois grandes imperadores Incas: Pachacutec Inca Yupanqui (1438-1471) e Tupac Yupanqui Inca (1472-1493). Foi abandonado pouco mais de 100 anos depois, em 1572, após a conquista espanhola. É possível que a maioria de seus habitantes tenha morrido de varíola que foi introduzida por viajantes pouco antes da chegada dos conquistadores na região. As rochas sagradas que foram desfiguradas pelos conquistadores em outros lugares permaneceram intactas em Machu Picchu.

 

Crédito: Pixabay.com

 

Localizado entre os Andes Peruanos e a Bacia Amazônica, este santuário é o patrimônio material mais importante deixado pela civilização Inca e uma das realizações arquitetônicas e artísticas mais notáveis ​​do mundo. Muitos mistérios relacionados a Machu Picchu ainda não foram resolvidos, como o conhecimento da astronomia Inca.

 

O sitio de Machu Picchu é composto por uma área urbana com cerca de 200 edifícios, onde ainda encontramos as casas reservadas para a nobreza e edifícios religiosos (templo do sol, mausoléu do Inca …).

 

Crédito: Pixabay.com

 

Machu Picchu, uma misteriosa cidade inca

 

Depois de várias décadas de grande dinamismo no local de Machu Picchu, o vale tornou-se um dos últimos refúgios dos incas contra os conquistadores espanhóis. O assassinato do imperador Atahualpa pelo espanhol Pizzaron marcou o fim da civilização inca.

 

Crédito: Pixabay.com

 

Os colonizadores espanhóis estavam mais interessados ​​no ouro do que no notável trabalho arquitetônico feito no local de Machu Picchu. O sitio também foi protegido por sua localização geográfica e sua acessibilidade muito complicada. Por estes motivos o local caiu no esquecimento por mais de três séculos até que foi redescoberto pelo americano Hiram Bingham por acaso, em 24 de julho de 1911, quando estava procurando a cidade de Vitco, último refúgio dos Incas.

 

Hiram Bingham foi um historiador americano empregado como professor na Universidade de Yale. Em 1909, no seu regresso do Congresso Científico Pan-Americana, em Santiago, ele viajou através do Peru e foi convidado a explorar as ruínas incas de Choqquequirau. Em 1911 ele organizou uma expedição com o objetivo de procurar a cidade perdida de Vitcos, a última capital dos Incas. Ele estudou as fontes e consultou Carlos Romero, historiador em Lima.

 

Cruzando informações diferentes a expedição desceu o vale do rio Urubamba na nova estrada que foi concluída em 1895. Ao longo do caminho ele pediu ao povo local para mostrar-lhes as ruínas incas. No momento em que acamparam em Mandor Pampa, com o Huayna Picchu localizado a mais de 60 metros de altura na margem oposta nenhum deles reconheceu as descrições que tinham de Vitcos.

 

A Mandor Pampa, Bingham pediu a um agricultor se ele sabia das ruínas na área e ele respondeu que estava ciente de algumas grandes ruínas no cume do Huayna Picchu. No dia seguinte, 24 de julho de 1911, Arteaga levou Bingham e o sargento Carrasco à beira do rio em uma primitiva ponte de madeira. No topo da montanha eles se depararam com uma pequena cabana ocupada por um par de Quechua, Richarte e Alvarez, que cultivavam em alguns terraços agrícolas de Machu Picchu. Depois de um descanso Bingham foi conduzido ao longo das ruínas principais por Pablito, o filho de 11 anos de idade de Alvarez.

 

Crédito: Pixabay.com

 

As ruínas eram cobertas principalmente de vegetação exceto pelos terraços agrícolas e clareiras usadas pelos agricultores como hortas. Por causa da vegetação Bingham não conseguiu obter uma visão completa do sitio. Ele fez algumas anotações e medições preliminares tirou algumas fotos e observou a alta qualidade das pedras incas de vários prédios principais. Bingham estava longe de seu objetivo inicial e descobriu que não havia nenhuma indicação que correspondesse à descrição da cidade de Vitcos.

 

A expedição continuou nos rios Urubamba e Vilcabamba examinando todos os restos que puderam encontrar para identificar corretamente o local da antiga capital inca, Vitcos, e o templo vizinho Chuquipalta. Posteriormente ele encontrou mais ruínas enterradas no mato da selva Espiritu Pampa. Como o local estava ocupado pelo mato ele observou apenas alguns dos edifícios e não pôde apreciar a grande extensão do local. Em 1964, Gene Savoya fez uma maior exploração das ruínas de Espiritu Pampa que revelou toda a extensão do local identificando-a como Vilcabamba Viejo, onde os Incas fugiram dos conquistadores depois de terem sido expulsos de Vitcos.

 

Ao retornar da expedição no rio Urubamba, Bingham enviou dois membros da equipe para fazer o mapeamento do local que ele chamou de “Machu Picchu” (“montanha velha” em queshua). Como Bingham não conseguiu identificar as ruínas de Espiritu Pampa como Vilcabamba Viejo, ele erroneamente teorizou que Machu Picchu era Vilcabamba Viejo.

 

Em 1981, o Peru declarou uma área de 325,92 quilômetros quadrados em torno de Machu Picchu como um “santuário histórico”. Além das ruínas, o santuário inclui grande parte da região vizinha rica em fauna e flora das regiões de Yungas peruana e Andes centrais.

 

Crédito: Pixabay.com

 

Em 1983, a UNESCO designou Machu Picchu como Patrimônio da Humanidade, descrevendo-a como “uma obra-prima absoluta da arquitetura e um testemunho único da civilização Inca”.

 

Crédito: Pixabay.com

 

 

Crédito: Pixabay.com

 

 

Crédito: Pixabay.com

 

Saúde

Nova esperança para a cura da calvície

História

A biblioteca mais antiga do mundo foi fundada por uma mulher

Tecnologia

SpaceX lança hoje seu primeiro foguete reutilizado para a NASA

Biologia

Rara baleia branca foi filmada por um drone

Tecnologia

O exército dos EUA quer transformar espécies marinhas em espiões

Saúde

10 piores lugares de nossa casa onde contêm micróbios

Galeria de Fotos

12 fotos finalistas do Wildlife Photographer of the Year

Tecnologia

Virgin Hyperloop One registra novo recorde de velocidade

Galeria de Fotos

Primeira Guerra Mundial em cores - Parte 2

Física Quântica

Cientista foi capaz de tirar a foto de um átomo de Estrôncio

Arqueologia

Foi descoberto no Egito 27 estátuas da deusa Sekhmet

Galeria de Fotos

Este surpreendente autoretrato de Joseph Byron pode ser a primeira selfie já feita

Química

Excitônio: um novo estado da matéria

Ciências

O fundo do mar será o novo eldorado?

Saúde

Não existe somente 2 tipos de diabetes, mas 5!

Arqueologia

Foi descoberto as mais antigas tatuagens figurativas do mundo

Parceiros
Uêba - Os Melhores Links
EuTeSalvo - Salvando os melhores blogs! TrendsTops - Agregador de Links
Fake - O agregador de links mais Original da Net Ocioso
GeraLinks - Agregador de links